241 capítulos
Medium 9788530940393

2. REDIGINDO OS PARÁGRAFOS JURÍDICOS DA PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL

Viana, Joseval Martins Grupo Gen - Método PDF

Lição 5 – A ESTRUTURA DO PARÁGRAFO JURÍDICO

109

resposta correta. Diante da peça a ser redigida, a maior preocupação do examinando será as fundamentações jurídicas e legais e, é óbvio, da construção redacional dos parágrafos jurídicos.

2. REDIGINDO OS PARÁGRAFOS JURÍDICOS DA PEÇA

PRÁTICO-PROFISSIONAL

Já afirmamos que o parágrafo introdutório contextualiza o leitor, e fixa o assunto a ser tratado. Esse parágrafo também servirá de apoio para o desenvolvimento dos demais parágrafos jurídicos. Consideramos, portanto, o parágrafo jurídico introdutório o suporte redacional de toda a peça profissional.

Uma vez que o parágrafo introdutório sustentará o eixo redacional da petição, não podemos iniciá-lo sem fixar o assunto a ser tratado.

Fica registrada a primeira regra redacional: não podemos escrever o parágrafo introdutório, se não tivermos de modo claro o assunto de que desejamos tratar.

Partindo do pressuposto de que já escrevemos os fatos, ou seja, a narração jurídica cujo processo redacional apoiou-se no problema jurídico dado no Exame de Ordem, passamos a redigir a dissertação jurídica, começando com o parágrafo de introdução:

Ver todos os capítulos
Medium 9788502081413

6. Resolução de divergências pela Academia

Mello, Jônatas Junqueira de Editora Saraiva PDF

Boa ideia: a nova ortografia para advogados, estudantes e curiosos

pia, bio-história, circum-hospitalar, co-herdar

(mas coabitar), contra-habitual, entre-hostil, geo-história, extra-humano, hidro-hemopericárdio, hiper-hedonista, infra-hepático, interhemisférico, intra-histórico, macro-história, micro-habitat, neo-hebraico, pan-helenismo, pós-homérico, pré-história, pró-homem, protohistórico, pseudo-hipertrofia, semi-hospitalar,

23

“Emprega-se o hífen para ligar duas ou mais palavras que ocasionalmente se combinam, formando, não propriamente vocábulos, mas encadeamentos vocabulares (tipo: a divisa

Liberdade-Igualdade-Fraternidade, a ponte Rio-Niterói, o percurso Lisboa-Coimbra-Porto21, a ligação Angola-Moçambique) (...)”.

sobre-horrendo, sub-humano, super-homem, supra-histórico, ultra-hiperbólico.

Talvez porque a música popular brasileira seja a arte que mais nos inspira no ato de escre-

5. Pontuação: o sagrado uso do travessão de cada dia

Olhem só. Impediram o travessão de mostrar o caminho das pedras, de nos ajudar a encontrar o próprio destino, quem sabe nossa felicidade!

Ver todos os capítulos
Medium 9788502081413

Decreto n. 6.583, de29 de setembro de 2008

Mello, Jônatas Junqueira de Editora Saraiva PDF

Decreto n. 6.583, de

29 de setembro de 2008*

Promulga o Acordo Ortográfico da

Língua Portuguesa, assinado em

Lisboa, em 16 de dezembro de 1990.

Considerando que o Acordo entrou em vigor internacional em 1o de janeiro de 2007, inclusive para o Brasil, no plano jurídico externo;

DECRETA:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso IV, da Constituição, e

Considerando que o Congresso Nacional aprovou, por meio do Decreto Legislativo n. 54, de 18 de abril de 1995, o Acordo Ortográfico da

Língua Portuguesa, assinado em Lisboa, em 16 de dezembro de 1990;

Considerando que o Governo brasileiro depositou o instrumento de ratificação do referido Acordo junto ao Ministério dos Negócios Estrangeiros da República Portuguesa, na qualidade de depositário do ato, em 24 de junho de 1996;

*

Art. 1o O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, entre os Governos da República de

Angola, da República Federativa do Brasil, da

República de Cabo Verde, da República de Guiné-Bissau, da República de Moçambique, da República Portuguesa e da República Democrática de São Tomé e Príncipe, de 16 de dezembro de

Ver todos os capítulos
Medium 9788577803750

1 Projeto e comunicação gráfica

Giesecke, Frederick E. Grupo A - Bookman PDF

16

COMUNICAÇÃO GRÁFICA MODERNA

VISÃO GERAL

Uma nova máquina, estrutura ou sistema deve existir na cabeça do engenheiro ou projetista antes de se tornar realidade. O processo de projeto é um esforço excitante e desafiador durante o qual o engenheiro-projetista usa o desenho como meio para criar, registrar, analisar e comunicar conceitos e idéias.

Todos os integrantes da equipe de engenharia e projeto devem ser capazes de se comunicar rápida e precisamente de modo a competir no mercado globalizado. Da mesma forma que carpinteiros aprendem a usar as ferramentas do seu ofício, engenheiros, projetistas e desenhistas devem aprender a usar as ferramentas do desenho técnico. Durante o processo de projeto, a equipe progride através de 5 estágios. Para ser um membro bem-sucedido da equipe, você precisa entender o processo e conhecer seu papel dentro dela.

Os conceitos do projeto são geralmente comunicados através de esboços à mão livre ou desenhos criados por meio de sistemas de Projeto Assistido por Computador (CAD, computer-aided design). À medida que a idéia vai sendo mais bem desenvolvida, os esboços preliminares serão acompanhados por esboços mais detalhados e desenhos. Um sistema CAD pode ajudar, mas é preciso ter habilidade para saber quais os desenhos e qual nível de detalhes é necessário em cada estágio do projeto. Mesmo que os sistemas CAD tenham substituído as ferramentas tradicionais de desenho, para muitas equipes de projeto, os conceitos básicos da comunicação gráfica permanecem os mesmos. A proficiência em se comunicar usando gráficos será valiosa para você e para seu futuro empregador.

Ver todos os capítulos
Medium 9788521620082

Quadros verbais

Masip, Vicente Grupo Gen - LTC PDF

Quadros verbais

Cantar – Voz ativa – 1a conjugação

Modelo verbal regular completo

Formas verbais simples e compostas

Terminologia

Modo indicativo canto, cantas, canta, cantamos, cantais, cantam

presente

cantava, cantavas, cantava, cantávamos, cantáveis, cantavam

pretérito imperf.

cantei, cantaste, cantou, cantamos, cantastes, cantaram

pretérito perfeito

tenho cantado, tens cantado, tem cantado, temos cantado, tendes cantado, têm cantado

pret. perf. comp.

cantara, cantaras, cantara, cantáramos, cantáreis, cantaram

pret. mais-que-perf.

tinha cantado, tinhas cantado, tinha cantado, tínhamos cantado, tínheis cantado, tinham cantado

pret. mais-que-perf. comp.

cantarei, cantarás, cantará, cantaremos, cantareis, cantarão.

futuro do presente

terei cantado, terás cantado, terá cantado, teremos cantado, tereis cantado, terão cantado

fut. do pres. comp.

cantaria, cantarias, cantaria, cantaríamos, cantaríeis, cantariam

futuro do pretérito

teria cantado, terias cantado, teria cantado, teríamos cantado, teríeis cantado, teriam cantado

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos