908 capítulos
Medium 9788563308047

Estequiometria

Chang, Raymond Grupo A - AMGH PDF

Estequiometria

3.1

Massa Atômica 57

Massa Atômica Média

3.2

3.3

3.4

3.5

3.6

Número de Avogadro e Massa Molar de um

Elemento 58

Massa Molecular 62

Espectrômetro de Massa 65

Composição Percentual dos Compostos 66

Determinação Experimental de Fórmulas Empíricas 69

Determinação de Fórmulas Moleculares

3.7

Reações Químicas e Equações Químicas 71

Escrevendo Equações Químicas • Balanceamento de Equações Químicas

3.8

3.9

Quantidades de Reagentes e Produtos 76

Reagentes Limitantes e Rendimento da Reação 80

Rendimento da Reação

Conceitos Essenciais

Queima de enxofre em oxigênio para formar dióxido de enxofre.

Massa Atômica e Massa Molar A massa de um átomo, que é extremamente pequena, é expressa com base na escala do isótopo de carbono-12. A um átomo desse isótopo atribui-se a massa igual a exatamente 12 unidades de massa atômica (u). Porém, para trabalhar com escala em gramas, que é mais conveniente, os químicos usam a massa molar. A massa molar do carbono-12 é igual a exatamente 12 g e contém o número de Avogadro (6,022 ϫ 1023) de átomos. As massas molares dos outros elementos também são expressas em gramas e contêm o mesmo número de átomos. A massa molar de uma molécula é igual a soma das massas molares dos átomos que a constituem.

Ver todos os capítulos
Medium 9788521631880

Ortogonalidade

HOLT, Jeffrey LTC PDF

Ortogonalidade

|CAPÍTULO|

8

A ponte Smithfield Street em

Petersburgo na Pensilvânia, a ponte mais antiga dos

Estados Unidos, é uma ponte com uma armação em forma de lente com pouco vão livre entre o ponto mais baixo e o rio Monongahela.

Quando os funcionários de transporte da Pensilvânia tentaram demolir a ponte, a History and Landmarks

Foundation de Petersburgo agiu para preservar a ponte.

Em vez de ser demolida, ela foi reformada para incluir um tabuleiro largo e um esquema novo de cores e luzes para iluminar suas características arquitetônicas. Uma pista com trilhos abandonados foi transformada em uma pista extra para o tráfego e foi instalada uma pista para ônibus, controlada por semáforos, para as horas de tráfego mais intenso.

Ponte sugerida por Tim Flaherty,

Carnegie Mellon University (Johnny

Stockshooter/Alamy)

᭤ A ordem dos Capítulos 7 e 8 pode ser invertida se necessário.

D E F I N I Ç Ã O 8.1

Ver todos os capítulos
Medium 9788577808335

4 Espaços Vetoriais

Lipschutz, Seymour Grupo A - Bookman PDF

Capítulo 4

Espaços Vetoriais

4.1 INTRODUÇÃO

Neste capítulo introduzimos a estrutura básica da Álgebra Linear, que é a do espaço vetorial de dimensão finita. A definição de um espaço vetorial V, cujos elementos são denominados vetores, envolve um corpo K arbitrário, cujos elementos são denominados escalares. Adotamos a notação seguinte (salvo menção em contrário).

V u, , w

K a, b, c ou k, r

o espaço vetorial dado vetores de V o corpo numérico dado escalares de K

Quase nada de essencial se perde considerando que K seja o corpo real R ou o corpo complexo C.

2

O leitor deve suspeitar que a reta real R tem “dimensão” um, que o plano cartesiano R tem “dimensão” dois e

3 que o espaço R tem “dimensão” três. Neste capítulo formalizamos essa noção de “dimensão”, que comprova a intuição do leitor.

Ao longo deste livro utilizamos a notação de conjuntos apresentada a seguir.

O elemento a pertence ao conjunto A

Os elementos a e b pertencem ao conjunto A

Para cada x de A

Existe algum x de A

A é um subconjunto de B

A interseção de A e B

Ver todos os capítulos
Medium 9788577804788

21. Superposição

Knight, Randall Grupo A - Bookman PDF

21 Superposição

As cores em redemoinho se devem a uma fina camada de óleo. O óleo

é transparente; as cores surgem da interferência entre ondas luminosas refletidas pelo óleo.

᭤ Olhando adiante

O objetivo do Capítulo 21 é compreender e aplicar o conceito de superposição. Neste capítulo, você aprenderá a:

■ Aplicar o princípio da superposição.

■ Compreender como ondas

estacionárias são geradas.

■ Calcular os comprimentos de onda e as freqüências permitidas para ondas estacionárias.

■ Compreender como as ondas produzem interferência construtiva e destrutiva.

■ Calcular a freqüência de batimento entre duas ondas de freqüências praticamente iguais.

᭣ Em retrospectiva

O material deste capítulo depende de várias propriedades das ondas progressivas que foram introduzidas no Capítulo 20. Revise:

■ Seções 20.2–20.4 As propriedades

básicas das ondas progressivas

■ Seção 20.5 Ondas sonoras e ondas

luminosas

O que as cores de uma película de óleo ou de uma bolha de sabão têm em comum

com o som de um trombone? Surpreendentemente, as propriedades de ambos se devem

Ver todos os capítulos
Medium 9788521622024

CAPÍTULO 2 - Tabelas e Gráficos para Resumo de Dados

KOKOSKA, Stephen LTC PDF

Tabelas e Gráficos para

Resumo de Dados

2

Desafio do Capítulo 2

Quanto se desloca para o trabalho um trabalhador típico?

Com quase 4 milhões de milhas de estradas, os Estados

Unidos têm o maior sistema de rodovias do mundo. Utilizando essa rede de transporte, as pessoas em geral viajam diariamente grandes distâncias para trabalhar. Não é raro para essas pessoas gastarem duas horas por dia dirigindo para o trabalho e de volta para casa.

Em abril de 2008, a NPR divulgou que os preços de casas distantes do centro das cidades, que exigem deslocamentos maiores, caíram significativamente durante o desaquecimento econômico.

Para caracterizar a distância do deslocamento em um sentido, uma grande corporação obteve uma amostra aleatória de seus empregados e registrou as distâncias percorridas na ida para o trabalho (em milhas). Os dados são apresentados na tabela seguinte.

(Patrick Herrera/iSockphoto)

As técnicas de tabulação e gráficas apresentadas neste capítulo serão usadas para descrever a forma, o centro e a dispersão dessa distribuição de distâncias percorridas em uma direção e para identificar valores atípicos. Os resultados são apresentados no Fechamento do Desafio.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos