164 capítulos
Medium 9788577806188

11. APLICANDO EFEITOS DE MOVIMENTO AOS CLIPES

Adobe Creative Team Grupo A - Bookman PDF

216 ADOBE PREMIERE PRO CS4

Classroom in a Book

Introdução

Já vimos o efeito Motion em ação: seu recurso Rotation foi empregado para testar a interpolação de keyframes e fazer zooms e panorâmicas de imagens estáticas.

Ao assistir a comerciais de TV, você vai ver vídeos com clipes voando por outras imagens ou clipes que giram na tela – iniciando como pequenos pontos e expandindo até o tamanho de tela inteira. Esses efeitos podem ser criados com o efeito

Motion fixed ou vários efeitos baseados em clipe com configurações Motion.

Utilize o efeito Motion para posicionar, girar ou redimensionar um clipe dentro do frame de vídeo. Faça esses ajustes diretamente no Program Monitor arrastando para alterar a posição de um clipe ou arrastando ou girando suas alças para mudar tamanho, forma ou orientação.

Também é possível ajustar os parâmetros Motion no Painel Effect Controls e animar clipes utilizando keyframes e controles de Bezier.

Aplique o efeito de movimento

(Motion) a clipes

Ajuste os parâmetros do efeito Motion no Program Monitor e no painel Effect

Ver todos os capítulos
Medium 9788577807826

7. DESIGN E ESTRATÉGIA: TRANSFORMAÇÃO POR MEIO DO DESIGN

Mozota, Brigitte Borja de Grupo A - Bookman PDF

CAPÍTULO 7

DESIGN E ESTRATÉGIA: TRANSFORMAÇÃO POR

MEIO DO DESIGN

Gerenciar o design em um nível estratégico é administrar sua contribuição para o processo de formulação da estratégia: para definir a responsabilidade e a liderança atribuídas ao design e sua contribuição à cultura organizacional, buscar oportunidades de inovações em design e multiplicar demonstrações de identidade por meio do design.

Esse terceiro nível de gestão do design estabelece elos entre design, comunicação corporativa e alta administração.

INTRODUÇÃO: OS DOIS MODELOS DE POSICIONAMENTO

ESTRATÉGICO DO DESIGN

Há dois modelos de posicionamento estratégico do design: o “inato” e o “adquirido”.

O modelo “inato”

Este modelo surge em organizações que consideram o design uma competência central desde o nascimento da empresa. O design é parte da base empresarial do fundador. Exemplos desse papel estratégico “inato” do design incluem todas as empresas que foram fundadas por um designer-empreendedor em setores como moda, têxtil, distribuição ou mobiliário, como Marimekko, Habitat, Ikea, Herman Miller, Cassina e

Ver todos os capítulos
Medium 9788577807826

6. DESIGN E INOVAÇÃO: COORDENAÇÃO POR MEIO DO DESIGN

Mozota, Brigitte Borja de Grupo A - Bookman PDF

CAPÍTULO 6

DESIGN E INOVAÇÃO: COORDENAÇÃO POR

MEIO DO DESIGN

O design é uma ferramenta de gestão que cria diferenciação nas capacidades internas da empresa. O design não é mais visto como apenas um resultado relacionado à forma, mas como um processo criativo de gestão que pode ser integrado em outros processos da organização, como gestão de ideias, de inovação e de pesquisa e desenvolvimento, e que modifica a estrutura tradicional do gerenciamento de processos em uma empresa.

O design relaciona-se com questões fundamentais de gestão da inovação e com o sucesso do desenvolvimento de novos produtos (DNP), alinhado com importantes fatores que são cruciais para o sucesso da inovação: vantagem competitiva, compreensão das necessidades do usuário e sinergia entre inovação e pontos fortes da empresa em termos de tecnologia (ver Tabela 6.1).

Entretanto, um bom produto não é suficiente para o sucesso da inovação: estudos anteriores enfatizam a importância da gestão no desempenho da inovação.

Nesse processo, o design cria valor porque participa da melhoria da qualidade do processo de DNP, da definição da estratégia de produto e da qualidade das equipes de novos produtos (ver Tabela 6.2).

Ver todos os capítulos
Medium 9788577801107

8. Utilizando Componentes

Adobe Creative Team Grupo A - Bookman PDF

8 Utilizando Componentes

Visão geral da lição

Nesta lição, você aprenderá a:

• Adicionar um componente simples a um projeto

• Modificar os parâmetros de um componente

• Configurar um componente interativo

• Utilizar o ActionScript para ativar um componente

Esta lição levará menos de uma hora para ser concluída. Se necessário, remova a pasta da lição anterior da unidade de disco e copie a pasta Lesson08 para ela.

Introdução

Nesta lição, você utilizará componentes para criar uma exibição interativa de minerais; quando o espectador clicar na imagem de um mineral, o texto sobre ele aparecerá. Você começará visualizando o documento final.

1 Dê um clique duplo no arquivo 08End.swf na pasta Lesson08/08End.

2 Clique em uma imagem na grade à esquerda. O texto à direita muda. O

texto introdutório aparece na parte superior da tela.

Você criará três componentes: um para o texto introdutório, um para a grade e um para o texto sobre minerais. Utilizaremos o ActionScript para alterar a exibição do texto quando o espectador clicar em uma imagem.

Ver todos os capítulos
Medium 9788536305523

MOSTRADORES

Tilley, Alvin R Grupo A - Bookman PDF

MOSTRADORES

78

Dê preferência a mostradores circulares, semicirculares, mostradores de conferência e mostradores com códigos de zona. Mostradores com contadores, mecânicos e digitais são úteis, assim como as unidades de leitura com matrizes de ponto e matrizes de segmentos e os mostradores gráficos. Use escalas simplificadas e índices como os apresentados.

Evite ponteiros ornamentados. Use a largura necessária para o ponteiro e diminua sua largura em direção à extremidade, de modo a corresponder à menor largura de índice. As cores dos ponteiros e dos índices devem combinar, especialmente se estes estiverem nivelados.

MOSTRADORES ANALÓGICOS E GRÁFICOS CIRCULARES

Dê preferência a um diâmetro de 57–102 mm para o mostrador, ou para maior precisão, use 102–150. Comece com zero do lado inferior esquerdo

(por exemplo, às 7 h) e sempre conte no sentido horário; colocar o zero às

12 h também é aceitável. Os números geralmente são colocados do lado de fora dos índices; mostradores muito pequenos, mostradores de conferência e mostradores codificados por zonas requerem números internos.

Ver todos os capítulos

Visualizar todos os capítulos